Em defesa da vida: APELO DENUNCIANDO ENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL DO PT COM A PROMOÇÃO DO ABORTO

Dom Benedito Beni dos Santos, bispo de Lorena e vice-presidente
do Regional Sul 1 da CNBB, entidade que congrega as 42
dioceses católicas do Estado de São Paulo, acaba de produzir um
vídeo no qual recomenda a ampla difusão do APELO A TODOS
OS BRASILEIROS E BRASILEIRAS, o documento
assinado pelos bispos do Regional Sul 1 da CNBB denunciando o
envolvimento institucional do Partido dos Trabalhadores com a
promoção do aborto no Brasil.

“O QUE ESTÁ EM JOGO NÃO SÃO INTERESSES
PARTIDÁRIOS E IDEOLÓGICOS, MAS A
DEFESA DA VIDA, DOM FUNDAMENTAL E
SAGRADO”.

O original do documento do APELO A TODOS OS

BRASILEIROS E BRASILEIROS encontra-se no site do Regional Sul 1 da CNBB, no endereço

http://www.cnbbsul1.org.br

Vide também www.votopelavida.com, iniciativa de um consórcio internacional de grupos a favor da vida (www.votoporlavida.com) que está realizando o trabalho de monitoração das eleições em todos os países da América Latina sob o ângulo da defesa da vida.

Votopelavida.com, além do Apelo dos bispos, apresenta vários
dossiês detalhando como a Cultura da Morte está sendo introduzida no
Brasil pelo Partido dos Trabalhadores, em um trabalho conjunto com
diversas organizações internacionais.

DILMA ROUSSEF MENTE EM RELAÇÃO À SUA POSIÇÃO SOBRE O ABORTO

LINDBERG FARIAS, CANDIDATO AO SENADO PELO PT-RJ, TAMBÉM É UM DEFENSOR DO ABORTO

Texto (em pdf) do apelo do Regional Sul1 da CNBB para impressão e distribuição: APELOregionalsul1

4 Respostas to “Em defesa da vida: APELO DENUNCIANDO ENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL DO PT COM A PROMOÇÃO DO ABORTO”

  1. Penha Souza Says:

    Eminência, com todo respeito, em debate promovido pela CNBB a candidata em questão se posicionou contra o aborto. Foram suas palavras textuais: ““Não acredito que mulher alguma seja favorável ao aborto. Pessoalmente, não sou favorável ao aborto, mas, como presidente da República, terei de tratar a questão das mulheres pobres que usam métodos absolutamente bárbaros e correm risco de vida”, Nada mais justo vindo de uma mulher que teve a graça de ser mãe e, recentemente, avó.
    Tratar dessa questão, em nível institucional, é amparar a que deseja ser mãe e até, no caso de um ato tresloucado, assistir aquela que necessita de cuidados médicos.
    Todos desejamos que no Brasil, e no mundo quem sabe um dia, mulher nenhuma tenha que recorrer a atos extremos, que todas sejam amadas, respeitadas e amparadas não só pelo Estado, mas especialmente pela Igreja que, representante de Cristo, deve ser a primeira a abrir os braços e acolher as Marias e Madalenas como fez nosso querido Mestre.

    • ehlsinore Says:

      Minha cara Penha,
      Permita-me uma resposta à sua objeção: ninguém sabe efetivamente quem é Dilma Roussef. Nunca foi ela testada eleitoralmente, nunca se dignou a se apresentar a nós povo para concorrer a algum mandato e agora chega almejando o cargo político mais alto do país.
      Votar nela e assinar um cheque em branco. Declaração por declaração, estamos cansados de ver por aí políticos jogarem as suas próprias palavras no lixo, desconsideranod-as totalmente no dia seguinte.
      Cuidado: a imensa maioria dos abortistas não vem a público reconhecer-se como tal. A frase “mulher alguma pode ser favorável ao aborto” acha-se na boca de 9 entre 10 abortistas. Isso é do conhecimento de todo ativista pró-vida e de quem acompanha essa luta. Insinuam-se cinicamente os abortistas, buscando descobrir brechas por onde possam fazer penetrar a cultura da morte. Até mesmo porque num país cuja maioria da população declara-se cristão, é perigoso nas eleições bater de frente com os valores do Evangelho.
      São hábeis no jogo das palavras e a senha do momento é dizer que aborto, ou como preferem, interrupção da gravidez, é questão de “saúde pública”, negando também que o feto ou o embrião sejam vida humana. “Saúde pública” é a senha dos abortistas no esforço de fazer do tema um assunto de especialistas, excluindo outros pontos de vista e setores da sociedade. Assim argumentam o atual ministro da Saúde, José Gomes Temporão, e já expressaram, em momentos diferentes, o governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral e a própria Dilma Roussef.
      Aborto não é questão de “saúde pública”, mas de VIDA OU MORTE!
      Assim partilho a preocupação de Dom Beni e de outros bispos e sacerdotes diante duma candidata totalmente desconhecida do povo (não fosse a vontade de Lula em impor o seu nome junto ao PT e aliados e o empenho do presidente da República na sua eleição, muito dificilmente Dilma passaria de 1% dos votos), quando o PT em diversos documentos coletivos e através de inúmeras manobras tenta transformar em política de governo o aborto.
      Pode até ser que esteja enganado, afinal no PT, há quem seja efetivamente contra o aborto e não segue tais documentos e não participa de tais manobras, é o caso, por exemplo de Alessandro Molon. Qual a diferença, porém, entre ele e Dilma? É que no caso de Molon, esta não é a sua primeira eleição. Concorrendo agora a deputado federal pelo RJ, exerceu já dois mandatos como deputado estadual. Todas eleições pelo PT, sempre com inquestionável integridade e, não uma ou duas vezes, rejeitando decisões partidárias que iam contra a sua consciência. Podemos dizer que esse será o caso de Dilma?
      A esse respeito, por favor, veja no blog a página aberta: Quem é Dilma Roussef?

  2. Paulo Sampaio Says:

    Eminência, com todo o respeito, eu gostaria de pedir para que a campanha contra o aborto fosse feita com mais força, pedindo ao povo que façam passeatas nas ruas, pois, pelo menos aqui no meu estado (Pernambuco) muitos Cristãos ainda estão com os olhos fechados, muitos ainda não sabem a gravidade do que está acontecendo em nosso meio.
    Muitos parentes meus, que iam votar na candidata do PT, não sabiam nada acerca das leis que o PT quer implantar no Brasil.
    Se eu mesmo não tivesse falado com eles, para que os seus olhos fossem abertos, eles teriam votado em tal candidata!
    Por favor Eminência, eu peço: Faça com que as campanhas contra o aborto sejam mais fortes, inclusive com a participação da televisão.
    Eu peço em nome de todos os inocentes que podem ser mortos pela indústria do aborto, a indústria que o PT está apoiando.

    Com toda a humildade: Paulo Sampaio /Recife

    • ehlsinore Says:

      Pois é, fundamental estarmos alertas e ajudarmos a esclarecer: querem nos confundir, acham que evangélicos e católicos, os cristãos, são trouxas. Querem só o nosso voto, mas pouco se importam com o que pensamos Agora a CAMPANHA PETISTA VEM DIZER ser apenas boato (?!) que Dilma é a favor do aborto, seráque querem fazer uma piada e não entendi? Absurdo!
      Precisamos ficar alerta, esclarecer a quem pudermos, imagina termos na presidência alguém que mente com tal desfaçatez…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: