Médicos antecipam morte encefálica para ganhar com doação de órgãos?! Denúncia (séria e grave!) de um pai que, ao perder seu filho aos 10 anos de ano de idade, indigna-se ao descobrir um rastro de sujeira: porque não investigam e punem os culpados? A MÁFIA DOS TRANSPLANTES no Brasil!

A HISTÓRIA DE PAULINHO PAVESI

Blog sobre o drama da morte do filho e a luta de um pai por justiça e verdade: o início de tudo! (clique aqui pra conhecer a história)

Paulo Airton Pavesi, após perder seu filho aos 10 anos, em 2000, descobre que Paulinho foi assassinado dentro de um hospital e inicia sua luta por justiça e verdade. Em 2002 cria o blog “A verdade. Nada Mais que a verdade. A história de Paulinho Pavesi”. Em 2008, perseguido, obtem asilo humanitário concedido pelo governo italiano.

Paulinho Pavesi (08/X/1989 a 21/IV/2000)

Acima, no ano de 2001, a segunda e última reportagem sobre o caso no programa Fantástico.  Segundo o pai de Paulinho: “As investigações naquele momento, versavam sobre a extorsão da conta do hospital onde me obrigaram a pagar despesas referentes à doação, que segunda a rígida lei dos transplantes, é gratuita. Porém, quando as investigações desnudaram uma rede mafiosa de traficantes de órgãos, envolvendo políticos e médicos renomados, o Fantástico desapareceu. Negou-se a falar do assunto. Fechou as portas e desligou a tv” (vide o texto completo em http://ppavesi.blogspot.com.br/2009/04/drauzio-varella-e-transplantes-mentir.html).

O mesmo médico, Álvaro Ianhez, de Poços de Caldas (MG), em outro caso, numa reportagem do Programa Repórter Record, segundo denúncia de Sebastião Raimundo Coutinho, que revela atitudes fraudulentas no transplante de rim para a sua esposa, Jussânia Batista Coutinho, em setembro de 1999 (pouco antes do caso de Paulinho, relatado acima):

Denúncias também em Taubaté (SP) e menção a outros casos segundo presidente da CPI do Tráfico de Órgãos, deputado federal Neucimar Fraga (PL-ES), em 2004:

Veja as conclusões da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre o tráfico de órgãos, a qual concluiu os seus trabalhos, após seis meses de investigação, em 19/X/2004: principais recomendações, íntegra do Relatorio Final da CPI do Tráfico de Órgãos de 09/XI/’2004 (em pdf), e C.P.I. concluiu pela existência de quadrilha internacional de traficantes de órgãos humanos atuando em SP, PE e MG.

Uma resposta to “Médicos antecipam morte encefálica para ganhar com doação de órgãos?! Denúncia (séria e grave!) de um pai que, ao perder seu filho aos 10 anos de ano de idade, indigna-se ao descobrir um rastro de sujeira: porque não investigam e punem os culpados? A MÁFIA DOS TRANSPLANTES no Brasil!”

  1. Ernane Says:

    É triste vermos que a ganância de alguns milhares seres humanos suplanta/enterra a perspectiva de vida de outros que no instante da tragédia encontram-se desprovidos de defesa de voz e de vez.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: