Archive for the Eleições Category

#REDE DE SUSTENTABILIDADE nasce transformar o sistema político brasileiro.

Posted in Eleições, Pensamento Social, Sustentabilidade e Meio Ambiente, Unidade / Pluralidade with tags , on 24/02/2013 by ehlsinore

Conheça as inovações da #REDE DE SUSTENTABILIDADE, o novo partido lançado pela ex-ministra Marina Silva.

REDE lançamento em Brasília

A #rede nasceu para defender a sustentabilidade e transformar o sistema político brasileiro.

Seu estatuto favorece a transparência, a diversidade de pensamento e os processos democráticos internos.

Conheça as inovações que distinguem a #rede de todos os outros partidos hoje existentes.

Prazo de validade – No prazo de dez anos após o registro na Justiça Eleitoral, será realizada uma consulta a todos os filiados eREDE de Sustentabilidade, partido integrantes da #rede a respeito da continuidade da existência do partido.

Mais democracia – A consulta direta, por meio de plebiscito ou referendo, será o instrumento principal de governança da #rede.

Controle externo – A #rede estará sempre ao lado dos núcleos vivos da sociedade. Para isso, receberá críticas e sugestões do Conselho Político Cidadão Nacional, que será composto por militantes de movimentos sociais, representantes de povos indígenas, cientistas e integrantes de instituições de pesquisa.

Renovação – Os parlamentares da #rede poderão ser reeleitos apenas uma vez para o mesmo cargo. Por meio de plebiscito interno poderão ser abertas exceções a essa regra.

Movimentos sociais – Até 30% do total de vagas nas eleições proporcionais serão oferecidas para candidaturas independentes de cidadãos não filiados à #rede, que representam movimentos e causas relevantes para a sociedade.

Muitos doando pouco – O mandato não é do doador, mas do povo. Será estabelecido um teto para doações de pessoas físicas e jurídicas. Não serão aceitas doações de fabricantes de bebidas alcoólicas, armas, cigarro e agrotóxicos.

rede_sustentabilidade_500Transparência – Todos os gastos e todas as doações serão divulgados na internet em tempo real, para o acompanhamento do eleitor.

Ouvidoria cidadã – Serão criadas ouvidorias para manter a #rede sintonizada com as aspirações dos filiados e dos setores sociais que pretende representar. Sempre que necessário, as ouvidorias farão audiências públicas sobre o projeto político da #rede.

Cláusulas Pétreas – Os princípios da pluralidade política, da justiça social, do respeito ao meio ambiente, da defesa das minorias, da função social da terra, da função social da propriedade, da solidariedade, de um partido laico fundado na plena liberdade religiosa e da transparência na gestão pública estão entre as cláusulas pétreas do estatuto, que só podem ser alteradas por quórum qualificado de 2/3 dos filiados.

Cotas – Regimento interno disciplinará a exigência de cotas para negros, ciganos e índios.

http://www.facebook.com/groups/redesustentabilidade1/

REDE vai limpar esse país

Anúncios

Eu e você, o povo a mandar na política, isso é possível e desejável: informa-te e decide por ti! DEMOCRACIA DIRETA é a resposta!

Posted in Eleições with tags on 18/12/2012 by ehlsinore

MOVIMENTO DEMOCRACIA DIRECTA EDUCATIVA

reforma-politica

Movimento Democracia DirectaPetição pela DEMOCRACIA DIRETA em Portugalo poder emana do povomddvtmmddvtmPara conhecer outras propostas e experiências de democracia direta na atualidade: UM JEITO DIFERENTE DE FAZER POLÍTICA!

Voto eletrônico: Hacker de 19 anos revela no Rio de Janeiro como fraudou eleição

Posted in Eleições, fraude, fraude eleitoral on 12/12/2012 by ehlsinore
Voto-eletrônico-e1355262706313

Para ler a matéria completa clique na imagem acima.

DENÚNCIA

(publicado em http://www.viomundo.com.br,  11 de dezembro de 2012 às 19:57,  por Apio Gomes, no portal do PDT, via Amilcar Brunazzo Filho)

Um novo caminho para fraudar as eleições informatizadas brasileiras foi apresentado ontem (10/12) para as mais de 100 pessoas que lotaram durante três horas e meia o auditório da Sociedade de Engenheiros e Arquitetos do Rio de Janeiro (SEAERJ), na Rua do Russel n° 1, no decorrer do seminário “A urna eletrônica é confiável?”, promovido pelos institutos de estudos políticos das seções fluminense do Partido da República (PR), o Instituto Republicano; e do Partido Democrático Trabalhista (PDT), a Fundação Leonel Brizola-Alberto Pasqualini.

Acompanhado por um especialista em transmissão de dados, Reinaldo Mendonça, e de um delegado de polícia, Alexandre Neto, um jovem hacker de 19 anos, identificado apenas como Rangel por questões de segurança, mostrou como — através de acesso ilegal e privilegiado à intranet da Justiça Eleitoral no Rio de Janeiro, sob a responsabilidade técnica da empresa Oi – interceptou os dados alimentadores do sistema de totalização e, após o retardo do envio desses dados aos computadores da Justiça Eleitoral, modificou resultados beneficiando candidatos em detrimento de outros – sem nada ser oficialmente detectado.

“A gente entra na rede da Justiça Eleitoral quando os resultados estão sendo transmitidos para a totalização e depois que 50% dos dados já foram transmitidos, atuamos. Modificamos resultados  mesmo quando a totalização está prestes a ser fechada”, explicou Rangel, ao detalhar em linhas gerais como atuava para fraudar resultados.

(…) Para ler a matéria completa, no sítio original onde foi publicada, clicar na imagem que encima esta matéria ou no portal do PDT.

Debates no 2o turno: Niterói e Caxias (RJ) e Vitória da Conquista (BA)

Posted in Eleições, Eleições Vitória da Conquista 2012 with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 27/10/2012 by ehlsinore

Novo prefeito de Niterói vai administrar quarta economia do Rio de Janeiro

Para ver debate na íntegra debate dos prefeitáveis de Niterói: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/eleicoes/2012/noticia/2012/10/niteroi

Cidade tem 382 mil eleitores que vão voltar às urnas no dia 28 de outubro

24/10/2012 06h00, da Agência Brasil

“Antiga capital do estado do Rio de Janeiro, Niterói terá os candidatos Rodrigo Neves (PT) e Felipe (PDT) na disputa pela prefeitura no segundo turno das eleições neste domingo (28). Neves, que integra uma coligação de dez partidos, foi o mais votado no primeiro turno, com 105,8 mil votos (39,35%).

Com um PIB (Produto Interno Bruto) de R$ 10,8 bilhões, a cidade é a 41ª maior economia municipal do Brasil e a quarta do estado do Rio de Janeiro.

Niterói tem 382 mil eleitores e é conhecida pela menor incidência de pobreza do estado (12%), atrás apenas de Volta Redonda. No entanto, enfrenta problemas comuns a cidades fluminenses, como a favelização e as moradias em áreas de risco. Em abril de 2010, chuvas deixaram dezenas de mortos e desabrigados, por causa de deslizamentos de encostas.

Apoiado por nove partidos, Felipe recebeu 88,7 mil votos (32,96%) na primeira etapa do pleito e ficou com a segunda posição. Dos 382 mil eleitores de Niterói, 66 mil (17,27%) não compareceram no primeiro turno e 47 mil (12,32% dos eleitores) votaram em branco ou nulo.

Ou seja, apenas 70,4% dos eleitores da cidade votaram em um dos cinco candidatos no município. O terceiro colocado na disputa, Flavio Serafini (PSOL), recebeu uma votação expressiva (49,5 mil votos, ou seja, 18,4%), mas decidiu ficar neutro neste segundo turno.

O quarto colocado, Sérgio Zveiter (PSD), que recebeu 23,7 mil votos (8,8%), resolveu apoiar a candidatura petista.”

(Fonte: http://noticias.r7.com/eleicoes-2012)

Duque de Caxias volta às urnas para escolher o sucessor de Zito

Para ver na íntegra debate dos prefeitáveis de Duque de Caxias (RJ): http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2012/10/duque-de-caxias

Washington Reis e Alexandre Cardoso disputam 2º turno no domingo (28).

Na reta final, candidatos do PMDB e do PSB reafirmam promessas.

“Vinte e um dias depois de um primeiro turno muito disputado, no qual foram separados por apenas 3.313 votos, Alexandre Cardoso (PSB) e Washington Reis (PMDB) chegam neste domingo (28) ao segundo turno das eleições municipais em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Em 7 de outubro, Cardoso recebeu 33,99% dos votos, e Reis, 33,29%. Eles deixaram em terceiro lugar o atual prefeito, José Camilo Zito (PP), com 16,01%.

O candidato do PSB conta com o apoio oficial de Dica (PSD), quarto mais votado no primeiro turno, e de Samuquinha (PR), o quinto colocado. Prefeito de Caxias de 2005 a 2008, Washington Reis não formou alianças para o segundo turno. Em contrapartida, enfatizou o apoio recebido do prefeito reeleito do Rio, Eduardo Paes, e do governador Sérgio Cabral, ambos do PMDB.

Alexandre Cardoso (cujo vice é Laury) concentrou sua campanha para o segundo turno na realização de minicomícios em diferentes pontos do município. Nesta quarta-feira (24), após o minicomício realizado no Centro, ele prometeu que, caso eleito, não demitirá os funcionários terceirizados da prefeitura. “Vamos mantê-los e fiscalizar de maneira rigorosa se as empresas estão pagando os salários destes trabalhadores em dia”, afirmou. Entre outros cargos públicos, Cardoso foi cinco vezes deputado federal e secretário estadual de Ciência e Tecnologia.”

(Fonte: http://noticias.caxiasonline.com.br/politica/eleicoes-2012/duque-de-caxias)

Vitória da Conquista elege pela primeira vez prefeito no 2º turno

Ivan Richard
/ Agência Brasil

Debate na íntegra: 2211198

“Uma das principais cidades do interior da Bahia, Vitória da Conquista escolhe seu futuro prefeito, no próximo domingo (28), entre os candidatos do PT, Guilherme*, e do PMDB, Herzem Gusmão**. No primeiro turno, o petista obteve 77.061 votos (49,12% do total) e o peemedebista, 63.130 votos (40,24%). Esta é a primeira decisão em segundo turno no município, que ultrapassou o mínimo de 200 mil eleitores necessários para realização da segunda rodada de votação.

Atual prefeito da cidade, Guilherme tenta a reeleição na chapa que tem como candidato a vice-prefeito o servidor público Joás Meira Cardoso, do PSB. Seu adversário, o jornalista Herzem Gusmão, tem como vice o professor Claudionor Dutra, do PSDB.

Sexta maior economia do estado, com Produto Interno Bruto (PIB) estimado em R$ 3,1 bilhões, Vitória da Conquista tem 306 mil habitantes, de acordo com o censo 2010 do Instituto Brasileiro de Economia e Estatística (IBGE), e cerca de 215 mil eleitores aptos a votar, conforme dados do Superior Tribunal Eleitoral (TSE).

A economia local é majoritariamente baseada no setor de serviços, que gera R$ 2,2 bilhões em receitas. Anualmente, Vitória da Conquista recebe R$ 47,5 milhões do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).
Segundo dados do último censo do IBGE, a rede de saúde municipal conta com 199 unidades e 102 leitos para internação de pacientes. Na rede escolar municipal, foram matriculados no ensino fundamental 29,3 mil alunos e na pré-escola 3,7 mil.”

(Fonte: http://www.redetv.com.br/especiais/eleicoes2012)

*Coligação: Frente Conquista Popular (PP / PT / PTB / PSL / PTN / PSC / PR / PSB / PPL / PSD / PC do B)

**Coligação: Conquista Quer Mudar (PMDB / DEM / PMN / PRP / PSDB)

Propostas e experiências de DEMOCRACIA DIRETA: de Niterói, a proposta de um jeito diferente de fazer política às experiências atuais pelo mundo!

Posted in Dica, Eleições, Eleições Niterói 2012 with tags , , , , , , , , , , , , , , , , on 04/10/2012 by ehlsinore

Nas eleições municipais de 2012 CLAUDIO MENDONÇA (candidato a vereador do Partido Social Cristão, PSC, número 20010, pela coligação “Niterói Sustentável”, composta pelo PSC / PV / PC do B) coloca o debate do recall do mandato parlamentar e de seu caráter imperativo.

Quem é Claudio Mendonça? http://www.claudiomendonca.com.br/

O que são tais propostas? Como podem tornar nossa incipiente democracia mais eficaz e justa?

http://www.mandatodemocraciadireta.com.br/

Recall ou REVOGABILIDADE do mandato parlamentar

As redes sociais e a democracia. É possível uma democracia de verdade!

MANDATO IMPERATIVO versus MANDATO REPRESENTATIVO

MANDATO IMPERATIVO é o “modelo de mandato no qual o parlamentar eleito somente pode se pronunciar acerca de temas estipulados por seus eleitores. Exemplo: parlamentar eleito pelos plantadores de soja, somente pode se manifestar e votar sobre esse tema. O mandato imperativo pode ser visto como um antecessor do mandato representativo. A diferença entre os dois reside no grau de autonomia concedida ao parlamentar, que é maior no segundo caso. O mandato imperativo vigorou na França até a Revolução de 1789.” (in http://www.politicaparapoliticos.com.br/glossario)

Veja também o estudo da Consultoria Legislativo do Congresso brasileiro Voto aberto e voto fechado no Congresso Nacional (clicar no título pra baixar em pdf) elaborado por Márcio Nuno Rabat em 2007, o qual em meio à defesa implícita da representatividade se distingue o mandato representativo (ou livre) e o mandato imperativo.

São diferentes as manifestações em prol da democracia direta na rede, dela são expressão o plebiscito, o referendo e a iniciativa popular de projetos de lei presentes na nossa “Constituição Cidadã” promulgada em 1988. As práticas no início do tópico elencadas já não estão ausentes de todo na realidade social. Isso já acontece, por exemplo,  na Suécia e há um partido político por lá, o DEMOEX (Democracy Experiment “Experimento Democrático”, também conhecido entre nós como “Democracia Experimental”), uma “associação para a democracia direta via internet” nascida de discussões entre os estudantes secundaristas de Vallentuna, subúrbio de Estocolmo, na Suécia, que assume tal proposta como o seu programa:

A estudante Parisa Molagholi, então com dezenove anos, foi eleita em 4 de novembro de 2002 (com 1,7% dos votos) para a câmara municipal da cidade de Vallentuna (um subúrbio de Estocolmo), e tem causado espanto aos políticos tradicionais nos últimos anos. Molagholi, que foi reeleita em 2006 com 2,9% dos votos, é a representante do Demoex, um grupo de jovens que criou uma maneira inteiramente nova de participação na política. Molagholi não vota de acordo com suas convicções, nem de acordo com as instruções de seu partido: seu voto oficial na câmara municipal depende do resultado de uma votação online, que é realizada previamente no website do Demoex. Qualquer residente de Vallentuna que tenha completado 16 anos pode se registrar no site, e participar das votações; qualquer pessoa, de qualquer lugar do mundo, pode participar dos debates (se souber escrever em sueco): clique na imagem para saber mais sobre o DEMOEX (Democracy Experiment).

“Com esse princípio de reestabelecer a democracia direta, na cidade de Vallentuna, na Suécia, foi criado o Demoex, o partido da Democracia Experimental.

O Demoex não possui nenhuma ideologia no sentido de posição política, mas uma ideologia de compromisso: Ampliar a democracia na sociedade. Uma das razões da criação desse partido é o fato de que nas demais democracias, o povo não participa da política, só tendo esse direito durante o período de eleições, e após isso, os políticos eleitos agem livremente fazendo o que bem entendem até a próxima eleição. E se o país for de uma população que não está nem aí para a política (a não ser só criticarem), aí essa encenação de democracia passa os anos da mesma forma sem mudar em nada (passando por revoluções, golpes, reestabelecimentos de antigos sistemas e até impeachment como no caso do nosso querido Brasil).

No sistema de atuação criado pelo Demoex, o parlamentar não vota de acordo com sua vontade ou interesse, nem de acordo com as instruções do partido. Seu voto no parlamento depende do resultado de uma votação online, que é realizada anteriormente no próprio site do partido. Assim quem quiser participar, registra-se no site e acompanha os processos no parlamento, podendo votar no que ele acha melhor. Com isso temos dois avanços importantíssimos: O principal que é o exercício da política por parte dos cidadãos, e uma maior interação da sociedade com a política e seus políticos, podendo interferir em caso de má gestão, afinal, o político é eleito pelo povo e retirado pelo mesmo à qualquer momento caso não agrade à população. Assim evita-se as CPIs que no final só fazem gastar dinheiro e maquiar um processo investigativo no qual o político sempre vence e sai ileso.”

(in http://movimentodemocraciadireta.blogspot.com.br/)

SUPERDEMOCRACIA ou DEMOCRACIA PURA: utopia ou realidade? um desejo que com vontade já se faz realidade!

Suíça, BERÇO DA DEMOCRACIA DIRETA NO MUNDO MODERNO

Partindo da realidade suíça, a seguir, uma excelente exposição (em italiano) de Paolo Michelotto sobre experimentos de democracia direta na atualidade.

Políticos na Suécia: sem luxos e sem mordomias!

Matéria veiculada no programa Bom Dia Brasil de 28 de junho de 2007 sobre o relatório da Transparência Brasil sobre os gastos com a manutenção do poder legislativo brasileiro:

Demoex Brasil (ou o Partido da Democracia Experimental Brasileiro), inspirado na experiência sueca, está em fase de coleta de assinaturas para obter o registro do partido político no Tribunal Superior Eleitoral. Quem quiser apoiar basta entrar no sítio e imprimir a ficha de apoio, preencher a mão, assinar e enviar ao endereço que está no rodapé da folha que imprimir (clique na logomarca acima).

Há também a Lista Partecipata (LP) italiana (clicar no nome ou na imagem à esquerda): “o controle do governo nas mãos dos cidadãos”, criada em 7 de novembro de 2007 para as eleições provinciais de Roma em 2008.  Uma lista que tem como objetivo eleger parlamentares (chamados consiglieri) que se colocam como “strumenti in mano ai cittadini“, implantando o mandato imperativo em meio a um sistema eleitoral representativo.

E vale ainda conhecer o blog de Paolo Michelotto, militante e autor de obras sobre o tema: Demmocrazia Diretta e Dei Cittadini. Dele foi a apresentação, em italiano, de experimentos de democracia direta disposta alguns vídeos acima. Mais sobre o assunto: /nós-que-íamos-(vamos?)-mudar-o-mundo/.

Vote bem! Vote melhor! (CNBB – Regional Leste 1)

Posted in Educação, Eleições, Eleições Niterói 2012, Identidade, Pensamento Social, Senso Religioso with tags , , on 01/10/2012 by ehlsinore

A Arquidiocese de Niterói com apoio dos Bispos do Regional Leste 1, tem distribuído através das 75 paróquias de seu território espalhadas por mais de 14 municípios, o folheto informativo e exortativo: Vote bem! Vote melhor!

Mais um instrumento para reflexão nestas eleições:

Eleições 2012: debate entre candidatos a Prefeito de Niterói (RJ)

Posted in Agenda 21, Eleições, Eleições Niterói 2012, Projeto Agenda 21 Comperj with tags , , , , , , , , , , , , , on 29/09/2012 by ehlsinore

Debate dos candidatos à Prefeitura de Niterói realizado no dia 20/IX/2012 no Centro Educacional de Niterói (RJ). Candidatos presentes: Felipe Peixoto (PDT), Flavio Serafini (PSOL), Heitor Fernandes (PSTU) e Rodrigo Neves (PT). Ausente: Sérgio Sveiter (PSD).

1ª PARTE –
2ª PARTE –
3ª PARTE –
4ª PARTE –


Candidatos à Prefeitura debatem propostas para a cidade

de Niterói

Participaram do encontro os candidatos de PDT, PSD, PT e PSOL. Debate foi transmitido pela internet no G1 (site de jornalismo da Globo) durante a tarde do sábado 29/IX/2012.

CLIQUE AQUI PRA VER ESTE DEBATE

OS CANDIDATOS  E A AGENDA 21

12/IX/2012 – Divulgada assinatura dos candidatos de uma carta-compromisso referente à implantação da Agenda 21 na cidade (clique na imagem pra ver o texto completo no “Guia de Niterói”).

Resultado de acordos firmados na ECO-92, a Agenda 21 é um programa de ação com objetivo de promover um novo padrão de desenvolvimento, conciliando preservação do meio ambiente, direitos sociais e eficiência econômica. A carta aborda tópicos referentes ao desenvolvimento sustentável, à justiça social, a prosperidade econômica e a preservação ambiental de Niterói.

Reunidos na manhã de segunda-feira 17/IX/2012, na sede da AFAC (Associação Fluminense de Amparo aos Cegos), no bairro do Fonseca (Rua Padre Leandro, nº. 18, Ponto Cem Réis, Niterói.), os cinco candidatos assinaram a Carta Compromisso da Agenda 21 Comperj firmada como compromisso entre os 14 municípios que sofrerão impactos em virtude da implantação do Comperj. Foram identificados problemas, preocupações e potencialidades da região e apontadas propostas de ações para aproveitar as oportunidades em cada município. O evento da assinatura foi organizado pelo Fórum Local da Agenda 21 (matéria completa no jornal O Fluminense).