Archive for the Manifestações Religiosas Category

VIA SACRA 2015 Comunhão e Libertação (Rio de Janeiro, RJ)

Posted in Manifestações Religiosas, Senso Religioso with tags , , , , , on 31/03/2015 by ehlsinore

Filipeta Via Sacra CL2015

Natal: O VERBO FEZ-SE CARNE E HABITA ENTRE NÓS (cf. Jo, 1:14)

Posted in Dica, Manifestações Religiosas, Senso Religioso with tags , , , , , on 24/12/2012 by ehlsinore

Et Verbum caro factum est.

Et habitavit in nobis.

Luca Giordano (Nápoles, 18out1634–10jan1705) - L´Annunciazione (The Annunciation), 1672, óleo sobre tela, New York: The Metropolitan Museum of Art

Feliz Natal!

 

Verbum Caro Factum Est - AldermanUm sítio (ou, se preferirem, site) curioso: Y-JESUS analisa ponto a ponto a questão Jesus é Deus? em nove tempos ou partes.

Razão e Fé em xeques sucessivos!

O cosmos se alegra e a rede também está em festa:

http://www.noticiasbr.com.br/boas-festas-google-comemora-natal-com-doodle-89496.html

12 de dezembro – Festa de Nossa Senhora de Guadalupe

Posted in Manifestações Religiosas, Senso Religioso on 12/12/2012 by ehlsinore

O MILAGRE DA VIRGEM DE GUADALUPE IRRADIA ATRAVÉS DOS SÉCULOS REPLETO DE BELEZA E MISTÉRIO

No ano de 1531, na cidade de Guadalupe, no México, Nossa Senhora apareceu ao índio Juan Diego e fez dele um mensageiro de sua vontade junto ao bispo local.  Durante muito tempo, o índio não conseguia obter sucesso junto ao bispo, que não acreditava em sua história.  Até que um dia, o próprio bispo viu as flores silvestres que o índio trazia em seu manto, se transformarem na imagem de Nossa Senhora.

O manto do índio Juan Diego foi preservado e encontra-se exposto no santuário construído em homenagem à Virgem de Guadalupe, na colina de Tepyac.  Nele, pode-se encontrar o rosto da virgem e, na pupila de seus olhos vê-se gravada a imagem do índio.  Assim, Nossa Senhora de Guadalupe veio a se tornar Padroeira da América Latina, colocando sob sua especial proteção os povos indígenas que aqui habitam e que vivem constantes humilhações e marginalizações.

O Papa e a Virgem de Guadalupe

MARIA DE GUADALUPE: PADROEIRA DA AMÉRICA LATINA E ESTRELA DA NOVA EVANGELIZAÇÃO

Nuestra Señora de Guadalupe, la Morenita, (em náuatle) Nicān Mopōhua, rogai por nós!

Perfeita, sempre Virgem Santa Maria,

Do Portal San Gabriel: "una hebra de la Tilma o Ayate donde quedo Nuestra Señora de Guadalupe" (portalsangabriel@gruposyahoo.com.ar)

Do Portal San Gabriel: “una hebra de la Tilma o Ayate donde quedo Nuestra Señora de Guadalupe” (portalsangabriel@gruposyahoo.com.ar)

Mãe do Verdadeiro Deus, por quem se vive.
Tu que na verdade és nossa Mãe Compassiva,
te buscamos e te clamamos.
Escuta com piedade nosso pranto, nossas tristezas.
Cura nossas penas, nossas misérias e dores.
Tu que és nossa doce e amorosa Mãe,
acolhe-nos no aconchego do teu manto,
no carinho de teus braços.
Que nada nos aflija nem perturbe nosso coração.
Mostra-nos e manifesta-nos a teu amado Filho,
para que Nele e com Ele encontremos
nossa salvação e a salvação do mundo.
Santíssima Virgem Maria de Guadalupe,
Faz-nos mensageiros teus,
mensageiros da Palavra e da vontade de Deus.

Adeste Fideles: noite jubilosa, é Natal! Alegre acorramos ao eterno espelendor do Pai: o Verbo se fez carne!

Posted in Cristandade, Cultura, Manifestações Religiosas, Música with tags , , , , , , on 24/12/2010 by ehlsinore

A autoria da letra e da música do hino Adeste Fideles é objeto de uma grande controvérsia, sendo atribuída, entre outros, a portugueses, ingleses, franceses e alemães. O nome mais divulgado é o do hinista inglês John Francis Wade, datando então a composição de 1743, sendo proposto também o ano de 1760.

Há notícia de ter sido cantada na embaixada portuguesa em Londres no ano de 1797 e mesmo antes parece ter sido apelidada de “Hino Português”, despontando também entre os seus possíveis autores D. João IV, o Restaurador (passando a data para 1640), também conhecido como o Rei-Músico,  em virtude não só de seus dotes na matéria, mas também por seu mecenato na área e empenho na aprovação pela Santa Sé do uso de múscia instrumental nas igrejas. Essa última tese foi defendida em seu  opúsculo Defesa da música moderna publicado com a primeira de seus escritos sobre  música (1649).

No caso de se aceitar a precedência do rei português na matéria, a hipótese é que Wade teria feito uma versão em inglês a partir da qual a canção se popularizou dando-lhe indevidamente os louros.

Gloria in excelsis Deo – Choir The Voice of Hope & Sofia Philharmonic Orchestra

Breve viagem por temas natalinos através da história da arte e mais uma interpretação de Adeste Fideles, agora com o Coro della Capella Sistina, Vaticano:

Adeste Fideles

Laeti triumphantes

Venite, venite in Bethlehem

Natum videte

Regem angelorum

Venite adoremus, Venite adoremus,

Venite adoremus, Dominum

Cantet nunc io

Chorus angelorum

Cantet nunc aula caelestium

Gloria, gloria

In excelsis Deo

Venite adoremus, Venite adoremus,

Venite adoremus, Dominum

Ergo qui natus

Die hodierna

Jesu, tibi sit gloria

Patris aeterni

Verbum caro factus

Venite adoremus, Venite adoremus,

Venite adoremus, Dominum

Para baixar (em pdf): publicação de Carlota Miranda pelo Instituto de Estudos Clássicos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra sobre o hino contendo observações sobre o seu texto latino, tradução e comentários  sobre a possível autoria de D. João IV: 7 – Adeste Fideles in Boletim de Estudos Classicos.

Para baixar e ouvir: partituras e arranjos para Adeste Fideles.

Ontem, sábado véspera do 1º Domingo de Advento, como em 27 de novembro de 1830…

Posted in Cristandade, Manifestações Religiosas, Santidade with tags , , , , , , , , , , , , , on 28/11/2010 by ehlsinore

… quando ocorreu a 2ª e mais importante aparição da Virgem Maria à jovem noviça Catarina Labouré (a anterior se deu em 18 de julho do mesmo ano), quando lhe recomenda a confecção de uma medalhinha que o povo logo a alcunhou de “Medalha Milagrosa”. Disse-lhe a Virgem:

Fazei cunhar uma medalha conforme este modelo, disse Nossa senhora. As pessoas que a trouxeram com confiança receberão muitas graças, sobretudo se a trouxeram ao pescoço.

O que então experimentei e aprendi naquele momento é impossível explicar” ( Santa Catarina Labouré)

 

"Este globo que vês representa o mundo inteiro (...) e cada pessoa em particular... Eis o símbolo das graças que derramo sobre as pessoas que mas pedem."

 

Capela das Apariçoes na "Rue du Bac" em Paris, França. À esquerda o corpo de Santa Luísa de Marillac, fundadora das "Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo", à direita o corpo de Santa Catarina Labouré.

Vigília de Oração pela Vida Nascente

O Advento é o momento da expectativa pela Vida Plena que brota no Natal e, no Rio de Janeiro, como diz o titular da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, “É preciso falar de paz“: “É preciso, mais uma vez, fazer nascer nos corações de todos os homens e mulheres de nossa querida cidade o anseio mais profundo de todos os seres humanos: Paz. É preciso que se ouça novamente na terra o grito, o forte clamor aos homens de boa vontade” (artigo completo: www.arquidiocese.org.br).

Assim, se a Vigília celebrada na Basílica de São Pedro e nas demais dioceses pelo mundo, como prelúdio ao Advento, neste sábado que precedeu o 1º domingo do Advento, assume as realidades locais, em nossa arquidiocese essas duas

Dom Orani João Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro.

horas de oração tornam-se de  intercessão pela cidade e pelo estado nesse momento tão difícil e dramático da vida de nosso povo:

“Que Deus ilumine a todos na busca da Paz para o nosso querido povo desta cidade maravilhosa, para que o seja ainda mais. Que o Senhor nos abençoe e nos guarde e faça reinar a paz em nossas fronteiras! Que a benção de Deus penetre em todos os corações, todas as casas, todas as situações e traga a paz! Temos esperança e certeza de que, em unidade, tempos novos nascerão destes momentos e confiamos que o nosso povo, que é forte, saberá continuar testemunhando a sua fé com esperança e vivendo a caridade. Que todos sejam um!”, encerra Dom Orani.

12 de outubro: Nossa Senhora da Conceição Aparecida, padroeira do Brasil, e 4 de outubro: São Francisco de Assis

Posted in espiritualidade, Manifestações Religiosas, Santidade with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 12/10/2010 by ehlsinore

A cantora Joanna, em Aparecida do Norte (12/X/2002), grava ao vivo o cd e o dvd “Joanna em Oração”, onde interpreta a canção

Viva a Mãe de Deus e Nossa

Chegada da romaria dos universitários do movimento católico Comunhão e Libertação à Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida em 19/VII/2009

Roberto Carlos e Luciano Pavarotti cantam juntos, em italiano, AVE MARIA (Rio Grande do Sul, Brasil, 6 de abril de 1998).

Ao som da “Romaria” composta por Renato Teixeira em homenagem à Senhora de Aparecida e cantada aqui pelo própriocompositor, a singela homenagem de Ruth Menezes aos romeiros de São Francisco das Chagas em Canindé, Ceará, destino da 2ª maior peregrinação no mundo devotada a São Francisco (superada apenas pela peregrinação em direção a Assis, na Itália, terra natal do Santo). Na semana de 26 de setembro a 4 de outubro (dia de São Francisco), cerca de 2,5 milhões de pessoas visitam a cidade.

Em 1775, o sargento-mor português, Francisco Xavier de Medeiros, estabeleceu-se às margens do Rio Canindé, e logo depois iniciou a construção de uma capela em honra a São Francisco das Chagas, que é o marco histórico e religioso de Canindé.

Esta capela ficou pronta em 1796 e a primeira imagem de São Francisco, que veio de Portugal, é mais conhecida como São Francisquinho.

A denominação original da cidade era “São Francisco das Chagas do Canindé” até o ano de 1914, quando passou a chamar-se simplesmente “Canindé”.

A “Romaria a Canindé” ou “A festa de São Francisco” é uma das festas religiosas mais antigas do Ceará. Nela, ainda hoje é conduzida solenemente a imagem antiga de São Francisco, mais conhecida como São Francisquinho, a qual remonta aos começos da construção da capela em 1775, senão à época anterior, na tradicional procissão do dia 4 de outubro.

Segundo a tradição, em 1796 o célebre missionário capuchinho Frei Vital de Frascarolo teria intervido em favor da aquisição de uma segunda imagem, maior, que chegou no ano seguinte e acha-se atualmente no Altar-Mor da Basílica. A cidade possui também a maior estátua de São Francisco de Assis do mundo, medindo 30,25 metros de altura.

16 de Maio: Dia Mundial de Solidariedade ao Papa

Posted in Bento XVI, Manifestações Religiosas, Papado with tags , , , , , , , , , , , , , , , on 16/05/2010 by ehlsinore

Queremos unir-nos visivelmente ao redor de Bento XVI, como filhos juntos do pai, desejosos de sustentá-lo em seu ministério, exprimindo afeto e gratidão pela sua paixão por Cristo e pela humanidade inteira”, esclarece Dom João Carlos Petrini, bispo auxiliar da arquidiocese de Salvador (BA) ao externar o convite das Associações e Movimentos Eclesiais p/ o Ato de Solidariedade ao Papa Bento XVI, a ocorrer no Terreiro de Jesus, mais exatamente na Catedral Basílica da capital bahiana, a partir das 10 horas desta manhã de 16 de maio, domingo da solenidade da Ascensão de Nosso Senhor Jesus Cristo, em sintonia com outras cidades e dioceses por todo o mundo.

A demonstração de apoio conjunta atende a um convite direto de Roma, da Consulta Nacional de Associações Laicas (CNAL), a qual reúne 67 organizações, tendo convocado no mês passado para esse dia uma grande manifestação na Praça de São Pedro.

Na arquidiocese do Rio de Janeiro, o Ato será recordado em todas as paróquias, e a principal manifestação ocorre, a partir das 17 horas, na Igreja Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé. Nas palavras do arcebispo Dom Orani João Tempesta, “Vamos celebrar nossa comunhão com Pedro, através do Papa Bento XVI. Estaremos em comunhão com ele e diremos que ele não está sozinho. Rezaremos nessa intenção, com a preocupação de estarmos sempre juntos”.

Católicos podem enviar SMS de solidariedade ao Papa

A iniciativa é de um programa da televisão pública italiana RAI, em meio ao escândalo de abuso sexual de crianças por padres

(Agência AFP, 08/05/2010) O programa religioso semanal da televisão pública italiana RAI anunciou neste sábado a ativação de uma linha telefônica para que os católicos possam enviar mensagens SMS de “solidariedade” ao Papa Bento XVI, em um momento no qual os escândalos de pedofilia afetam a Igreja.

A iniciativa, relacionada com o 16 de maio na Praça de São Pedro, objetiva “demonstrar” a Bento XVI o afeto dos católicos, após a onda de ataques ao Santo Padre buscando responsabilizá-lo pelos casos de pedofilia cometidos por diversos padres.

O número para enviar uma mensagem ao Papa é (**39) 335 18 63 091.

“É realmente uma oportunidade única porque, por meio deste número, todos poderão expressar sua solidariedade, mesmo sem estar presente na Praça de São Pedro”, comentou Rosario Carello, diretor do programa que vai ao ar aos domingos no canal estatal RAI Uno.

O cardeal brasileiro Dom Claudio Hummes, prefeito da Congregação para o Clero, enviou uma carta aos 400.000 padres católicos dos cinco continentes para que “apóiem publicamente o Santo Padre” por ocasião do ato de encerramento do “ano sacerdotal”, que a Igreja celebrará nos dias 9, 10 e 11 de junho.

Itália expulsa marroquinos por suspeita de complô para matar o Papa

(Agência Reuters, 14/05/2010, reportagem de Antonella Cinelli) Dois estudantes marroquinos deportados da Itália no mês passado eram suspeitos de tramar para assassinar o papa Bento 16, disse uma fonte do Ministério Interior italiano na sexta-feira.

Mohamed Hlal, de 26 anos, e Ahmed Errahmouni, de 22, estudantes da Universidade para Estrangeiros na cidade de Perugia, na região central da Itália, ficaram sob vigilância da polícia antiterrorista durante meses antes de serem expulsos no dia 29 de abril.

“Durante a investigação sobre eles, os investigadores encontraram evidência sugerindo que os dois (suspeitos) tramavam um ataque contra o papa”, disse a fonte.

A polícia descobriu um mapa de Turim na casa de Errahmouni com anotações com números e círculos, antes de uma visita do papa Bento 16 à cidade no norte da Itália, no dia 2 de maio, para reverenciar a Mortalha de Turim, que muitos católicos acreditam que tenha sido a mortalha de Jesus Cristo.

O cidadão turco Mehmet Ali Agca, que baleou e feriu com gravidade o papa João Paulo 2o em 1981, também estava matriculado como estudante de línguas na universidade de Perugia.

Ato pró-Bento 16 reúne 150 mil no Vaticano

(Assimina Vlahou, de Roma para a BBC Brasil, 17/05/2010)

Cerca de 150 mil pessoas se reuniram no Vaticano neste domingo para demonstrar solidariedade ao papa Bento 16 após o escândalo provocado pelos casos de abusos sexuais cometidos por sacerdotes.

Grupos de católicos, vindos de diversas cidades italianas, lotaram a Praça de São Pedro, no Vaticano, exibindo diversos cartazes com dizeres como “Sua Santidade, você não está sozinho” e “Não tenham medo, Jesus venceu o mal”.

Durante a manifestação, que ocorreu pouco antes do meio dia, os fiéis rezaram pelas vitimas de abusos sexuais cometidos por religiosos e por suas famílias e pediram que a Igreja seja purificada através da penitência.

“Não podemos negar que o escândalo existe e é grave, mas o Papa não respondeu impulsivamente, como as pessoas fariam. Ele está se comportando como um pai”, disse um dos manifestantes.

“Estamos aqui para pedir que Deus preserve o Papa e que nada nos afaste dele. Estes escândalos fazem sofrer, mas isto não nos impede de estar próximo ao papa. Ao contrário, nos aproxima cada vez mais dele”, disse outra manifestante.

Pecado

O Papa agradeceu as manifestações logo após a oração do Regina Coeli e afirmou: “O verdadeiro inimigo que devemos temer e combater é o pecado, o mal espiritual que às vezes, infelizmente, contagia os membros da Igreja. Vivemos no mundo, mas não somos do mundo. Não devemos temer o mundo, embora tenhamos que nos defender de suas seduções. Devemos, no entanto, temer o pecado e por isto ser fortemente enraizados em Deus, no bem, no amor e no serviço”.

(Para matéria completa do ato realizado em Roma: clicar na foto, acima, da manifestação)

Feliz 2010

Posted in espiritualidade, Evento, Manifestações Religiosas, Senso Religioso on 01/01/2010 by ehlsinore

Bonne Année / Happy New Year
Em duas épocas do ano a Civilização Cristã ou a Cristandade celebra a renovação: no Natal e na Páscoa. As duas ocasiões, cada uma a seu tempo, e respectivamente, estruturam como eixo todo um período de preparação e vivência para essas festas. Concentremo-nos na que ora vivemos. No Natal, o Verbo se fez carne, isto é, o Absoluto/Infinito/Eterno, como o próprio termo designa, nasceu entre nós para habitar na nossa história.

Esse sentido originalíssimo e único da experiência cristã resgata e dá plena atualização às ideias de vida nova, luz e recomeço amarrando a pessoa humana, a terra, a natureza e o próprio universo em um único processo de renovação.  No período chamado no orbe católico de Advento, abrangido mais ou menos pelas quatro semanas anteriores à primeira noite do Natal,  somado àquele que se segue à Missa do Galo (chamado liturgicamente “Tempo do Natal”, contemplando a solenidade da Mãe de Deus, 1 de janeiro, e a Festa da Epifania ou dos Reis Magos), outras experiências religiosas também marcam essa mesma atenção.

Da religião mesopotâmica (mitologia suméria), baixo relêvo achado na antiga cidade de Susa no império persa (atual Shush no Irã): a deusa Ninhursag (isto é "Senhora da Montanha Sagrada", em acádio Belit-ili, "Senhora dos Deuses", símbolo da terra fértil, mãe, entre outros, de Marduk, deus supremo da Babilônia) com o espírito das florestas próximos à árvore da vida (alguns acreditam não ser Ninhursag a deusa retratada aqui, mas Ninlil, "Senhora do Ar/Ventos", esposa de Enlil, identificada muitas vezes com Ninhursag).

Flamenguista preso ao tentar agradecer título em igreja

Posted in Esporte, Manifestações Religiosas, Senso Religioso with tags , on 09/12/2009 by ehlsinore

07/12/2009 – 17h06 (Redação Multimídia – Da Redação Multimídia)

Hexacampeão: com drama, Fla vence Grêmio de virada

“Um jovem torcedor do Flamengo de 26 anos ficou frustrado na noite deste domingo (6) após ser impedido de entrar na igreja Maranata do bairro República, em Vitória [no Espírio Santo], para agradecer a conquista do campeonato. Ele acabou detido por uma viatura da Guarda Municipal de Vitória  que passava pelo local.

O jovem se sentiu tão ofendido que resolveu ir até o Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) de Vitória para registrar ocorrência e inclusive revelou que foi agredido.

De acordo com relato do jovem, ele foi até a igreja sozinho por volta das 20 horas – a partida que deu a vitória ao time carioca terminou às 19 horas -, mas foi impedido de entrar por um membro da igreja que se identificou como um tenente da Polícia Militar.

Os dois chegaram a discutir, pois o jovem insistiu para entrar no templo, no entanto, foi forçado a deixar o local. No momento da discussão, uma viatura da Guarda Municipal passou pelo local e o membro da igreja pediu apoio para deter o torcedor.”

2005, Papai Noel em depressão; 2009, Natal na Terra de Ninguém

Posted in Cultura, Educação, espiritualidade, Estado e Igreja, Identidade, Iniciativas pela Paz, Liberdade Religiosa, Manifestações Religiosas, preconceito e discriminação, Senso Religioso, Unidade / Pluralidade with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , on 28/11/2009 by ehlsinore

"Papai Noel Depressivo" de Dennis Cox. A imagem ilustrativa não faz parte do artigo original ao lado

Papai Noel em depressão

“Quem, no Brasil, convidado a assistir a um show de Natal com elenco amador numa igreja evangélica de província, seria louco o bastante para ir lá com a expectativa de encontrar um espetáculo artisticamente relevante? Pois bem, acabo de sair da Assembléia de Deus do West End de Richmond, Virginia, ainda mal refeito de um choque cultural. Sincerely Yours, comédia musical natalina com script de Kathy Craddock baseado numa idéia de Pat Bragg e equipe, música e regência de Ron Klipp e direção de Bob Laughlin, é um espetáculo digno da Broadway, mais caprichado do que tudo o que já vi nos palcos brasileiros. São mais de duzentos atores cantando, dançando e fazendo acrobacias, numa coreografia complexíssima dirigida por mão certeira. A platéia vibra com a ação rápida, e a música entusiasticamente alegre se impregna na sua alma deixando uma impressão inesquecível.

SÁTIRA – O enredo é uma sucessão de situações cômicas absurdas, no melhor estilo Frank Capra, concebidas a partir da pergunta: como reagiria Papai Noel (Santa Claus, para os americanos) diante da atual campanha dos ateus, materialistas e anticristãos para escorraçar o Natal da vida pública? Sátira de um conflito muito real que põe em risco o destino de toda a sociedade americana, a história começa na véspera do Natal, com os ajudantes do velhinho, na maior excitação, enchendo o trenó de presentes e esperando a partida para mais uma viagem através do mundo. Mas o chefe não aparece: está trancado em casa, mortalmente deprimido, diante de uma pilha de cartas de meninos e meninas modernizados, insolentes, que desprezam o nascimento de Jesus e só querem saber de brinquedos caros – um deles prefere até sua parte em dinheiro. Um show de egoísmo e insensibilidade. Dar presentes, nessas circunstâncias, só serve para fomentar a vaidade e o orgulho. Sentindo-se um corruptor involuntário da infância, Papai Noel se condena: “Todo o trabalho da minha vida foi um tiro que saiu pela culatra”.

DOUTORZINHO – A sra. Claus tenta animá-lo, juntando um grupo de crianças para fazer uns afagos no ego do velho, mas as crianças só dão gafes freudianas e reforçam a impressão de que a infância está mesmo estragada. Erguendo placas para formar o nome “Santa”, conseguem até trocá-lo por “Satan”. Papai Noel afunda no total desespero. A esposa, atendendo à sugestão de tagarelas da vizinhança, vai ao cabelereiro se embonecar toda para ver se desperta algum ânimo no marido, mas enquanto isso ele é removido a um hospital pelo Social Security. Em vão ele protesta que não há nada de errado com ele, que o problema é com as crianças. Em cenas de uma comicidade alucinante, o paciente é submetido a todas as humilhações radiológicas, dietéticas, sexológicas e psiquiátricas de que é capaz a medicina moderna, personificada num doutorzinho de dez anos de idade. Quando volta, com a bunda doendo das injeções, Santa Claus nem repara no penteado da mulher, que então lhe passa um sabão em regra, acusando-o de ter perdido seu antigo entusiasmo visionário e se transformado num egoísta senil, rabugento, intoxicado de autopiedade, como o Scrooge de Conto de Natal de Dickens (leitura proibida em escolas “politicamente corretas”). Quanto mais ela fala, mais o marido piora. No fim, ele está decidido: não vai a parte alguma, as crianças do mundo que se danem. A sra. Claus resolve então entregar ela própria os presentes, mas os ajudantes não parecem considerá-la muito convincente nas funções de Papai Noel.

CONSPIRAÇÃO – Nesse ínterim, um investigador nomeado pela comunidade descobre que por trás de tudo há uma conspiração para desmoralizar o Natal sob argumentos hipócritas. A trama vem de uma ONG internacional do crime que reúne os piores tipos de todos os tempos: Lex Luthor, o Pinguim, Cruela, a Rainha Malvada, o Capitão Gancho e outros da mesma laia – uma caricatura cruel da ACLU, a União Americana dos Direitos Civis, cujo nome encobre uma quadrilha de puxa-sacos de Saddam Hussein, Bin Laden, Fidel Castro e Hugo Chávez, empenhados em proibir árvores de Natal, monumentos religiosos e qualquer menção pública ao nome de Deus (exceto, é claro, para os muçulmanos). Só que os bandidos da peça foram mais inteligentes que a ACLU: em vez de atacar diretamente o Natal, empreenderam contra ele uma campanha de desinformação, trocando as cartas de crianças para Papai Noel por mensagens forjadas para desorientar o velhinho.

Mas, antes mesmo que lhe chegue a revelação da trama, ele recebe uma carta atrasada, que escapou à falsificação geral. O remetente, Aaron Williams, de Richmond, Virginia, não quer nada para si: pede apenas algum consolo para sua mãe, entristecida pela morte de um cãozinho doméstico. Ao ler as palavras de despedida, “Sincerely yours“, “sinceramente seu”, Papai Noel se dá conta de que o sentido do Natal não está perdido enquanto subsistir numa só alma viva. É a lembrança de um Deus que se oferece em sacrifício a cada pessoa numa mensagem de amor: “sincerely yours“. Reencorajado pelos bons sentimentos do menino, ele já começa a voltar atrás na sua recusa de viajar, quando chegam os mensageiros do detetive e, contando tudo, lhe mostram que, por trás da imagem de um mundo totalmente materialista e descristianizado, fabricada de propósito pelos conspiradores para denunciá-la em seguida e culpar o capitalismo, ainda existem milhões de Aarons Williams. O sr. e a sra. Claus partem então para entregar os presentes, e a primeira casa em que param é, evidentemente, a de Aaron. Junto à cama do menino adormecido há um presépio que se transfigura em realidade. Jesus Cristo está nascendo naquele momento.

Já é o terceiro Natal em que a Assembléia de Deus do West End, com uma nova peça a cada ano, mostra o poder da sua inventividade teatral e musical. Vale a pena uma espiada no site do grupo, http://www.gloriouschristmasnights.com”(*).

(Olavo de CARVALHO, Diário do Comércio, 05/XII/2005)**

Observações nossas ao artigo acima

(*) Natal na Terra de Ninguém – No endereço indicado achar-se-á a produção da performance natalina da West End Assembly of God para 2009, No Man’s Land (Trégua de Natal), produção épica inspirada na armistício informal, pois sem o consentimento do Alto Comando de cada exército, ocorrido no front ocidental, no Natal do primeiro ano da I Grande Guerra (1914) entre soldados franceses, belgas, britânicos e alemães, quando as trincheiras e os fogos de artilharia cederam à troca de presentes e às partidas de futebol embalados por um multilingue Noite Feliz (veja artigo sobre o evento em Grandes Guerras e nos Arquivos do “The Times matéria publicada no jornal londrino em 01jan1915 sobre o ocorrido).

Charge da época alusiva ao surpreendente armistício natalino de 1914.

** Vide em “comentário” abaixo.