Archive for the Senso Religioso Category

Tuítada (twitter) do Papa no dia 2 de janeiro de 2014

Posted in Direito à Vida, espiritualidade, Francisco, Papado, Pensamentos / Frases / Máximas, Senso Religioso with tags on 02/01/2014 by ehlsinore
@pontifex

Perfil em latim do Papa no twitter: https://twitter.com/Pontifex_ln

Deus neque vi neque potentia se ostendit,

sed debilitate ac fragilitate infantis.

Pontifex Franciscus twitter

Perfil do Papa no twitter em português: https://twitter.com/Pontifex_pt

Deus não Se revela na força nem no poder, mas na fraqueza e vulnerabilidade de um recém-nascido.

God does not reveal himself in strength or power, but in the weakness and fragility of a newborn babe.

1 Janeiro 2014: Dia Mundial da Paz – COMECEMOS POR NÓS MESMOS

Posted in espiritualidade, Francisco, Inclusão Social, Iniciativas pela Paz, Papado, Pensamentos / Frases / Máximas, Senso Religioso with tags , , on 01/01/2014 by ehlsinore

Madre Teresa e a Paz Mundial

“Fraternidade, fundamento e caminho para a paz”

“O que acontece no coração da humanidade?”

O Papa Francisco nesta quarta feira (01jan2014), na missa de Ano Novo celebrada de manhã na Basílica de São Pedro, na presença do corpo diplomático junto a Santa Sé, falou de “fome e da sede de justiça e de paz” e, mais tarde, em seu primeiro Angelus do ano, clamou por mais solidariedade e menos violência no mundo, diante de uma multidão de fiéis reunidos na Praça de São Pedro. Em ambas as ocasiões o tom e o conteúdo era dado pela Mensagem de Ano Novo divulgada pelo Vaticano em dezembro de 2013.

2013-12-31 Rádio Vaticana

FRATERNIDADE, FUNDAMENTO E CAMINHO PARA A PAZ – é o tema do Dia Mundial da Paz 2014, que a Igreja promove e celebra a 1 de Janeiro. Na sua primeira Mensagem para esta ocasião (texto integral na secção Documentos), Papa Francisco começa por recordar que “no coração de cada homem e mulher habita o anseio duma vida plena que contém uma aspiração irreprimível de fraternidade, impelindo à comunhão com os outros, em quem não encontramos inimigos ou concorrentes, mas irmãos que devemos acolher e abraçar.”
“Na realidade (logo observa o Papa, alargando o horizonte, de modo inclusivo), a fraternidade é uma dimensão essencial do homem… 

E conclui: Cristo abraça todo o ser humano e deseja que ninguém se perca. «Deus não enviou o seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por Ele». «O que for maior entre vós seja como o menor, e aquele que mandar, como aquele que serve – diz Jesus Cristo –. Eu estou no meio de vós como aquele que serve». Deste modo, cada atividade deve ser caracterizada por uma atitude de serviço às pessoas, incluindo as mais distantes e desconhecidas. O serviço é a alma da fraternidade que edifica a paz.

(Texto completo em MENSAGEM DO SANTO PADRE FRANCISCO PARA A CELEBRAÇÃO DO XLVII DIA MUNDIAL DA PAZ)

Novo Ano, tudo igual? E os imprevistos? Qual a chance para o novo?

Posted in Dica, espiritualidade, Senso Religioso with tags , , , , , , , , , , , , , , , on 31/12/2013 by ehlsinore

doodle-vespera-de-ano-novo

doodleau

Ontem, dia 30 de dezembro, estava no Bradesco, agência Amaral Peixoto (Niterói, RJ), sendo atendido pelo caixa, quando este se deu conta que já tinham passado das 3 horas: “puxa como o tempo voou, nem percebi”. “É porque o ano está com pressa de acabar” disse. “Foi todo muito corrido, o ano voou.” E ele retrucou: “não sei o porquê, é tudo a mesma coisa. Sempre igual, nada muda.” E lembrou animado do Fantástico da véspera. Da retrospectiva do Marcelo Adnet. Ria da própria resignação e da desesperança, recordando trechos do quadro. Afinal constatava que não estava sozinho e que ainda podia tirar um “sarro” da mesmice depressiva do país. No tudo previsível do Adnet, de um novo ano sem surpresa alguma, não se percebia as falhas de uma profecia que engessava todos os eventos num mesmo molde, mesmo quando especiais em sua singularidade.

Marcelo Adnet viaja no tempo e cria retrospectiva de 2014 (Programa “Fantástico”, Tv Globo, 29dez2013)

No entusiasmo de nosso amigo por uma cumplicidade global, queimava-se, mesmo magoada, a rebeldia teimosa do Cazuza d’O Tempo Não Para que, ainda que cansado, não se dava por derrotado, diante do tudo sempre igual. E sobrava ressoando apenas o estribilho:

Eu vejo o futuro repetir o passado
Eu vejo um museu de grandes novidades
O tempo não para
Não para, não, não para

Ora, no ofício do historiador se descobre, para além do senso comum amador, que o tempo não se resume a repetições, por mais pertinazes. Há o singular. O diverso tem o seu papel. Ocupa lugar na orquestra. A sinfonia é por ele enriquecida.

Rebelde por excelência a todos os nossos esquemas é a realidade: maior que os nossos desejos, interpretações e percepções, o real é também sede dos imprevistos. Escapa aos nossos controles. Assim, seja a nossa previsibilidade amarga de um Cazuza ou confortável como a de um hobbit, o imprevisível acaba batendo à nossa porta e, se não tivermos a disposição em escutá-lo, esvai-se a chance de uma inesperada jornada. Que 2014, que a passagem do ano e os dias do porvir, sejam oportunidade de renovação para cada um de nós. O protagonismo é uma escolha que nos cabe e a cada um de forma pessoal e intransferível.

O Novo Ano vem chegando…

Posted in Bento XVI, Cultura, espiritualidade, Pintura, Senso Religioso with tags , on 30/12/2012 by ehlsinore

2013-Wallpaper-HD-15ano da fé

30 de dezembro - Festa da Sagrada Família

Mosaico da Sagrada Família abençoado pelo Papa Bento XVI em 11abr2012, antes da audiência geral concedida aos peregrinos, como símbolo do VII Encontro Mundial das Famílias (Milão, 30mai a 3jun2012). A obra é de autoria de Padre Marko Ivan Rupnik, artista, teólogo e jesuíta esloveno, autor também de mosaicos na Capela Redemptoris Mater, no Vaticano, e nas basílicas de Fátima, Lourdes e S. Giovanni Rotondo.
A obra, de 115×130, pesa 60 Kg, e representa a Santa Família de Nazaré dentro de um arco elíptico, inserindo-a no centro da história da salvação este exemplo de núcleo familiar. A mão do Pai Eterno, na parte superior do mosaico, doa o Espírito sob a forma de chama ardente: se tem assim o encontro da Santíssima Trindade e a humanidade inteira, encontro que permite a todo o ser vivente de ser abraçado pela salvação de Deus.

30 de DEZEMBRO

FESTA DA SAGRADA FAMÍLIA

oremos

Sagrada família, Jesus, Maria e José, nós vos agradecemos pela convivência exemplar que tivestes no cumprimento da vontade do Pai. Que em nossos lares floresçam as virtudes que animaram o vosso lar em Nazaré: caridade, humildade, diálogo, compreensão e ternura. Intercedei por todas as famílias que hoje passam por grandes dificuldades e crises (pode-se fazer um pedido especial). Queremos também pedir a graça de sempre colaborar com a nossa vida e testemunho, para que todas as famílias descubram os caminhos do amor, da compreensão, do diálogo sincero e da paz. Jesus, Maria e José, rogai a Deus por todas as famílias, Amém!
Jesus, Maria e José, rogai por nós!

Natal: O VERBO FEZ-SE CARNE E HABITA ENTRE NÓS (cf. Jo, 1:14)

Posted in Dica, Manifestações Religiosas, Senso Religioso with tags , , , , , on 24/12/2012 by ehlsinore

Et Verbum caro factum est.

Et habitavit in nobis.

Luca Giordano (Nápoles, 18out1634–10jan1705) - L´Annunciazione (The Annunciation), 1672, óleo sobre tela, New York: The Metropolitan Museum of Art

Feliz Natal!

 

Verbum Caro Factum Est - AldermanUm sítio (ou, se preferirem, site) curioso: Y-JESUS analisa ponto a ponto a questão Jesus é Deus? em nove tempos ou partes.

Razão e Fé em xeques sucessivos!

O cosmos se alegra e a rede também está em festa:

http://www.noticiasbr.com.br/boas-festas-google-comemora-natal-com-doodle-89496.html

12 de dezembro – Festa de Nossa Senhora de Guadalupe

Posted in Manifestações Religiosas, Senso Religioso on 12/12/2012 by ehlsinore

O MILAGRE DA VIRGEM DE GUADALUPE IRRADIA ATRAVÉS DOS SÉCULOS REPLETO DE BELEZA E MISTÉRIO

No ano de 1531, na cidade de Guadalupe, no México, Nossa Senhora apareceu ao índio Juan Diego e fez dele um mensageiro de sua vontade junto ao bispo local.  Durante muito tempo, o índio não conseguia obter sucesso junto ao bispo, que não acreditava em sua história.  Até que um dia, o próprio bispo viu as flores silvestres que o índio trazia em seu manto, se transformarem na imagem de Nossa Senhora.

O manto do índio Juan Diego foi preservado e encontra-se exposto no santuário construído em homenagem à Virgem de Guadalupe, na colina de Tepyac.  Nele, pode-se encontrar o rosto da virgem e, na pupila de seus olhos vê-se gravada a imagem do índio.  Assim, Nossa Senhora de Guadalupe veio a se tornar Padroeira da América Latina, colocando sob sua especial proteção os povos indígenas que aqui habitam e que vivem constantes humilhações e marginalizações.

O Papa e a Virgem de Guadalupe

MARIA DE GUADALUPE: PADROEIRA DA AMÉRICA LATINA E ESTRELA DA NOVA EVANGELIZAÇÃO

Nuestra Señora de Guadalupe, la Morenita, (em náuatle) Nicān Mopōhua, rogai por nós!

Perfeita, sempre Virgem Santa Maria,

Do Portal San Gabriel: "una hebra de la Tilma o Ayate donde quedo Nuestra Señora de Guadalupe" (portalsangabriel@gruposyahoo.com.ar)

Do Portal San Gabriel: “una hebra de la Tilma o Ayate donde quedo Nuestra Señora de Guadalupe” (portalsangabriel@gruposyahoo.com.ar)

Mãe do Verdadeiro Deus, por quem se vive.
Tu que na verdade és nossa Mãe Compassiva,
te buscamos e te clamamos.
Escuta com piedade nosso pranto, nossas tristezas.
Cura nossas penas, nossas misérias e dores.
Tu que és nossa doce e amorosa Mãe,
acolhe-nos no aconchego do teu manto,
no carinho de teus braços.
Que nada nos aflija nem perturbe nosso coração.
Mostra-nos e manifesta-nos a teu amado Filho,
para que Nele e com Ele encontremos
nossa salvação e a salvação do mundo.
Santíssima Virgem Maria de Guadalupe,
Faz-nos mensageiros teus,
mensageiros da Palavra e da vontade de Deus.

15 de outubro, “Dia do Professor” ou “Dia do Mestre”? Como foi definido este dia no Brasil?

Posted in Educação, espiritualidade, João Paulo II, Paulo VI, Pensamento Social, Senso Religioso with tags , , , , , , on 16/10/2012 by ehlsinore

Há quem diga:

Professor é profissão; mestre é vocação.
Professor ganha por aula; mestre ganha sonhos.
Professor tem horário; mestre não tem.
Professor lê livros; mestre desvenda universos.
Professor corrige prova; mestre aponta caminhos.
Professor dá aula; mestre constrói conhecimento.
Professor aponta para o futuro; mestre indica a vida.
(…).”

É comum fazer tais distinções, nas quais o professor constantemente é depreciado diante do mestre. Perdoe-me quem pensa assim, mas parece-me partir tais raciocínios do preconceito diante da atividade laboral. O trabalho, identificado e imaginado como algo manual, próprio de classes subalternas e subalterno em si, já o mestre, acima, a orientar e a inspirar como é próprio dos mestres.

Mestre” é palavra oriunda de magister, de onde provem tanto magistério como magistrado, e em cuja raiz acha-se majus (maius) denotando a ideia de maior, que se acha num plano acima, transmitindo uma imagem de verticalidade, de superioridade. Ora,algo bem distinto da modéstia a qual deve cercar a atividade do ensino, que também, e sempre, é aprendizagem, para quem ensina, sendo desenvolvidada em parceria com quem aprende.

Além do mais, mestre é um título, o qual, por isso mesmo, é concedido a alguém por quem detém a autoridade, seja o povo ou alguma instituição, resultado de reconhecimento, de uma caminhada. Reconhece-se que se destaca dos demais por sua capacidade, desempenho, habilidades, modo de ser ou de fazer, podendo ser apontado como exemplo no como vive o seu agir e interagir cotidiano.

Pois bem, não há encarnação mais plena do mestre que Jesus Cristo e o Seu sucesso neste caminho só foi aqui alcançado porque a todos serviu, se colocando como o mais modesto dos servos. Do mesmo jeito, cada um de nós, em nosso ofício e na vida apenas obteremos tal sucesso se nos assemelharmos total e integralmente a Ele, com o nosso jeito particular de ser, que nos foi plantado em nosso coração pelo Todo Poderoso.

Portanto, não há sentido em nos autoproclamarmos mestres sem que sobre tal festejar paire a sombra da soberbia. Que os outros digam assim, vá lá… Vai que estão a expressar um desejo, o desejo que seus professores se assemelhem mais e mais ao Mestre. Mas não nós!

Somos professores, isso sim. Este é o nosso ofício, o nosso trabalho! E o trabalho não é algo pra se envergonhar ou depreciar, pois o trabalho dignifica o homem. Não é este justamente o tema de uma das mais belas encíclicas do Santo Padre João Paulo II, a Laborem

Exercens?

No latim professus, “aquele que declarou em público”, advém do verbo profitare, “declarar publicamente, afirmar perante todos”;

Para acessar o texto completo da encíclica, em pdf, clicar em Ioannes Paulus II – Laborem Exercens.

formado por pro-, “à frente”, mais fateri, “reconhecer, confessar”. Trata-se de uma pessoa que se declara apta a fazer determinada coisa, e assim ganhar a vida com tal atividade. Daí “profissional”, “profissão”, termos provindos da mesma raiz que “professor“. Todavia, o costume acabou por reservar este último termo à atividade do ensinar.

Fazer bem o seu trabalho, e cada dia melhor, fazendo dele oportunidade de encontro e de vigor humano, fazendo-nos cada vez mais gente, abertos à vida em plenitude e ao serviço do Amor, permitindo e proporcionando o desabrochar de quem o Altíssimo lhe deu como responsabilidade. Como realização, o que mais pode querer o professor no seu ofício?

Esta é a inspiração que se buscou quando, no Brasil, foi escolhido o dia 15 de outubro como o dia do professor.

A escolha da data no Brasil (cada país define uma data diferente para essa comemoração) começou nos anos 30, quando diversas iniciativas foram tomadas por grupos de professores católicos, a exemplo da festa do “Nosso primeiro Mestre”, lançada pela Associação de Professores Católicos do Distrito Federal (então, no Rio de Janeiro) ou o “Dia da Mestra”, instituído também no Rio de Janeiro pelo Departamento de Ensino Primário.

Recair tal escolha da comemoração no 15 de outubro deve-se a ser tal dia consagrado a Santa Tereza de Jesus, também conhecida como Santa Teresa d’Ávila, por ter nascido em Ávila, um lugarejo da Espanha em 28 de março de 1515. Após ter fundado mosteiros por toda a Espanha e reformado o Carmelo, faleceu em 1582, no dia 4 de outubro. Ocorre que, naquele ano, coincidentemente, implantava-se a reforma gregoriana do calendário e, do ano, foram riscados alguns dias para fazer coincidi-lo com a duração do percurso do nosso planeta em torno do sol, transformando o dia 4 em 15 de outubro. Santa Teresa foi associada aos docentes por serem estes em sua maioria mulheres (e católicas). Tereza d’Ávila também era conhecida pela notável inteligência, a qual era comparada, em seu tempo, a dos doutores da Igreja, além de grande mística, autora de importantes livros de espiritualidade (num século, o XVI, no qual a maioria das mulheres não sabia ler ou escrever), sendo reconhecida  como “Padroeira dos Professores”. Mais tarde o Papa Paulo VI a proclamaria doutora da Igreja.

Maior repercussão, porém, só ocorre quando, em artigo publicado no “Jornal de São Paulo” (em 10 de outubro de 1946), o professor Alfredo Gomes (ex-presidente da Associação Paulista de Professores Secundários e da Sociedade Beneficente de Professores e Auxiliares de Administração e também diretor da União de Professores de Educação e Ensino e da Associação Paulista de Educação) lança a Campanha pela oficialização dessa data como “Dia do Professor” no Estado de São Paulo.

“A Campanha esclarecia que, além da associação religiosa, a data possuía riqueza histórica. Afinal pode-se dizer que neste dia foi instituído o ensino público no Brasil, por decreto Imperial de D. Pedro I, em 1827. O referido documento assinado pelo Imperador ordenava a

É do dia 15/X/1827 o decreto imperial assinado por D. Pedro I  tido como o ato que criou o Ensino Elementar no Brasil.

criação de escolas de “primeiras letras” (alfabetização) em todas as cidades, vilas e lugares mais populosos do Império.”

Um ano depois, 1947, surge a “Comissão Pró-Oficialização do Dia do Professor” e, em 13 de outubro de 1948, é assinada a Lei estadual nº 174 que define a data defendida como Dia do Professor no estado de São Paulo. A iniciativa paulista é replicada em outros estados e, assim, o 15 de outubro segue se estendendo pelo país como feriado escolar e uma nova luta se inicia, a do reconhecimento nacional da comemoração que culmina com a assinatura do decreto federal 52682 pelo então presidente João Goulart em 14 de outubro de 1963.

(Fontes sobre a escolha da data: http://www.contee.org.br/noticias/educacao/nedu15.asphttp://www.educacao.sp.gov.br; sobre outras datas comemorativas do dia do professor ao redor do mundo: Fête des professeurs e World Teachers’ Day). Ver também: Mensagem Dia do Professor.

Vote bem! Vote melhor! (CNBB – Regional Leste 1)

Posted in Educação, Eleições, Eleições Niterói 2012, Identidade, Pensamento Social, Senso Religioso with tags , , on 01/10/2012 by ehlsinore

A Arquidiocese de Niterói com apoio dos Bispos do Regional Leste 1, tem distribuído através das 75 paróquias de seu território espalhadas por mais de 14 municípios, o folheto informativo e exortativo: Vote bem! Vote melhor!

Mais um instrumento para reflexão nestas eleições:

Feliz PÁSCOA do Senhor Jesus e de todos nós (Deus Conosco)!

Posted in Dica, Santidade, Senso Religioso, Unidade / Pluralidade with tags , , , , on 08/04/2012 by ehlsinore

Beleza e Verdade ao início do dia e em todas as horas: igrejas de Ravena e cantochão

Posted in Cristandade, espiritualidade, Senso Religioso with tags , , , , on 17/11/2010 by ehlsinore

 

“]

Clique na imagem para conhecer a "História da Música Ocidental - Capítulo 1, parte 1.3. Antiga Roma e primórdios do Cristianismo [acima: Boécio (c.480-524), Fundamentos da Música, cópia de 1150

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.